terça-feira, 10 de maio de 2011

I - INTRODUÇÃO


A aparição do homem no nosso planeta foi tardia. Mesmo assim, suficiente para transformar radicalmente a vida na terra.
O homem vem atuando na natureza desde os primórdios da sua história. Durante o longo período do paleolítico (aparecimento do homem na terra -10mil a.c), ele colhia da natureza os bens de que precisava para satisfazer suas necessidades, usando a caça, a pesca, a coleta de frutos e raízes e o fogo, que lhe permitiu usar as plantas não comestíveis, aumentando o potencial energético a sua disposição. Ao descobrir as armas primitivas, não parou mais sua caminhada na transformação da natureza em seu próprio benefício.
O sucesso da revolução neolítica foi responsável pela significativa multiplicação da espécie humana, permitindo o surgimento das primeiras cidades, com populações que atingiam em média 1500 a 2000 habitantes.
O desenvolvimento da máquina a vapor e o desenvolvimento do tear mecânico podem-se relacionar entre as mais importantes conquistas técnicas que marcaram e deram início à primeira fase da revolução industrial entre 1750 -1850; a máquina deu ao homem condições de produzir bens de consumo em grandes quantidades. A produção maciça desses bens fez o homem buscar cada vez mais os recursos naturais que estavam ao seu alcance, sem qualquer cautela ou preocupação com a exaustão dos mesmos.
Desde o início da revolução industrial, a implantação de técnicas de produção e o modo de consumo, os impactos provocados pelas atividades humanas sobre o meio ambiente, vêm crescendo, dando origem a problemas críticos de poluição.
A tecnologia que se desenvolveu com a evolução do homem, encontrou no meio ambiente, a grande fonte de matéria prima indispensável à produção de bens de consumo e a base de sustentação para o desenvolvimento. Todavia, existem recursos naturais que não se renovam como dos minerais, cuja exaustão é inevitável, e o caso da água que apesar de ser um bem renovável, é, porém, limitado.
As agressões que o meio ambiente vem sofrendo, remonta do início da ocupação territorial e chega aos nossos dias, com muito maior intensidade. Durante o período da industrialização acelerada, após segunda guerra mundial (1945), e da explosão demográfica, verificou-se que as metas de crescimento econômico se sobrepõem a quaisquer objetivos de preservação da qualidade ambiental.

18 comentários:

  1. Com o avanço no conhecimento, na tecnologia, planejamento... O homem tem recursos adequado para minimizar os impactos de ocupação do territorio; o Planejamento e Ordenamento Territorial ainda é o melhor caminho para a sustentabilidade dos recursos naturais.

    ResponderExcluir
  2. francisco hélio mlanez11 de maio de 2011 08:50

    Não adianta o conhecimento e o avanço tecnológico se não tivermos um planejamento estratégico cujo objetivo é um desenvolvimento sustentável sem levar a exaustão o meio ambiente.

    ResponderExcluir
  3. Bárbara B B S Nogueira11 de maio de 2011 09:09

    O que se observa é que quanto mais o homem se desenvolve, menos preserva o ambiente, o que é contraditorio já que a maioria dos recursos para o desenvolvimento principalmente industrial são oriundos da naturareza.

    ResponderExcluir
  4. Nadir de Almeida Matos11 de maio de 2011 09:28

    Com o avanço e o acesso a tecnolgia da informação o homem tem que se concientizar que a natureza só reagi com aquilo que o homem lhe oferece,ou seja, para cada ação existi uma reação.Então preserva-la é o melhor caminho.

    ResponderExcluir
  5. Marialva da Conceição Araújo11 de maio de 2011 12:35

    "É triste pensar que a natureza fala e que o gênero humano não a ouve." Victor Hugo

    ResponderExcluir
  6. A Globalização tem nos tornado desumanos, fazendo com que nos esqueçamos de onde vinhemos e para onde vamos, o meio ambiente é indispensável a nossa sobrevivência e nós não nos concientizarmos de sua preservação estamos sujeitos a sofre as consequências de nossos atos.

    ResponderExcluir
  7. Inaê da Rocha Pereira Loureiro12 de maio de 2011 09:00

    É indiscutível a potencialidade lesiva do homem em relação ao meio ambiente, no entanto existe uma necessidade premente de encontrar caminhos alternativos e sustentáveis tanto para a preservação quanto para o desenvolvimento. Nesse contexto, cabe a profissionais como nós pensar o caminho para a manutenção do meio ambiente.

    ResponderExcluir
  8. Sean da Silva Pereira Loureiro12 de maio de 2011 09:13

    É pública e notória a preocupação com o meio ambiente, na atualidade. Nota-se o interesse na preservação e conservação ambiental, o progresso e a tecnologia são ferramentas imprescindíveis para o desenvolvimento, mas claro, que esse desenvolvimento tem que acontecer de forma consciente e integrado a qualidade ambiental, por isso, concordo que ao homem cabe a responsabilidade de preservar o meio ambiente, deve sim desenvolver pesquisas e novas tecnologias, mas pensar em alternativas viáveis, renováveis e principalmente sustentáveis ambientalmente.

    ResponderExcluir
  9. A interação homem natureza deve possuir um sinergismo social-econômico-ambiental compativel com os anceios da sociedade. Não podemos privar interesses basicos a um segmento social e consedidos beneficios a outros. O desenvolvimento sustentável somente é alcançado após uma distribuição de beneficios socio-econômico igualitária.

    ResponderExcluir
  10. com o desenvolvimento da tecnologia era para o nosso pais esta bem avançado na questao de adoçao de tecnicas para minimizar os impactos causados.

    ResponderExcluir
  11. A Revolução Industrial aconteceu na Inglaterra na segunda metade do século XVIII e encerrou a transição entre feudalismo e capitalismo, a fase de acumulação primitiva de capitais e de preponderância do capital mercantil sobre a produção.

    ResponderExcluir
  12. O homem não tem aprendido a convive em harmônia, em seu ambiente, com a revolução indústrial, passou a produzir e consumir mais em pouco tempo e grandes espaços, com o aumento da população que esse sim deve ser a grande preocupação, pelo aumento de consumo e poluição.
    as cidades consomem 80% da produção e poluem 75%, nesse sentido utilizar a tecnologia para reduzir os o uso dos recursos naturais é imoportante, mais uma população ambientalmente educada, sim é o fiel da balança.

    ResponderExcluir
  13. Quem viu a primeira parte da trilogia MATRIX (filme) lembra do diálogo entre Neo e o agente Smith. Neo pergunta porque as maquinas querem dominar o mundo e escravizar o homem. O agente Smith explica que o homem na verdade não é um mamífero, e sim um vírus... Ele chega, ocupa um ambiente, explora os recursos ambientais até o esgotarem totalmente, e em seguida partem causando destruição por onde passa.
    Então meus amigos, fica a mensagem para que nos comportemos como verdadeiros mamíferos racionais altruístas e evoluídos, e não vírus auto destrutivos.
    Igor

    ResponderExcluir
  14. Enquanto uma pessoa estiver pensando apenas em desenvolvimento e a outra em preservação, não chegaremos a lugar nenhum, por que não pensarmos juntos em desenvolvimento sustentável?

    ResponderExcluir
  15. Adriano Barbosa dos Santos26 de maio de 2011 07:31

    Acho que é o maior dilema da humanidade, usufruir dos recursos naturais sem destruir a natureza, de forma sustentável, mais para isso acontecer, temos que começar desde a infância, com os pais, e reforçado na escola, é nesta fase onde se forma o cidadão.

    ResponderExcluir
  16. Elizete de Souza26 de maio de 2011 18:16

    Com o desenvolvimento econômico e a busca pela qualidade de vida as pessoas cada vez menos se preocupam com o que pode acontecer com o meio ambiente, cabe aos órgãos ambientais ficarem de olho!

    ResponderExcluir
  17. Nos dias atuais, o homem em sua eterna luta pelo bem estar, pouco se importa com o meio ambiente. Os orgãos responsáveis pela sua preservação, devem adotar uma politicas mais agressiva como um meio de controle e preservação do; s recursos naturais ainda disponíveis.

    ResponderExcluir
  18. Temos que preservar os recusos naturais antes que acabem e não posamos fazer mais nada.

    ResponderExcluir