terça-feira, 10 de maio de 2011

IV. RECURSOS NATURAIS



São considerados recursos naturais tudo aquilo que é necessário ao homem e que se encontra na natureza, dentre os quais podemos citar: o solo, a água, o oxigênio, energia oriunda do Sol, as florestas, os animais, dentre outros. Os recursos naturais são classificados em dois grupos distintos: os recursos naturais não-renováveis e os recursos naturais renováveis.

Os recursos naturais não-renováveis abrangem todos os elementos que são usados nas atividades antrópicas, e que não têm capacidade de renovação. Com esse aspecto temos: o alumínio, o ferro, o petróleo, o ouro, o estanho, o níquel e muitos outros. Isso quer dizer que quanto mais se extrai, mais as reservas diminuem, diante desse fato é importante adotar medidas de consumo comedido, poupando recursos para o futuro.

Já os recursos naturais renováveis detêm a capacidade de renovação após serem utilizados pelo homem em suas atividades produtivas. Os recursos com tais características são: florestas, água e solo. Caso haja o uso ponderado de tais recursos, certamente não se esgotarão.

18 comentários:

  1. Falamos e sabemos tanto de quanto usar, do que gastar, tornando-se numa fala ate sem fundamento nos dias de hoje, um retrato dessa atrocidade é a questão dos lixões, cada vez mais cheios, cada vez com mais produtos recicláveis; e muitas vezes mascarados como ‘aterros sanitários’, como forma de se obter recursos para sua instalação, e com a falta de monitoramento, fiscalização e acompanhamento da sociedade, voltam a ser os tais lixões a céu aberto, tirando recursos valiosos que poderiam estar sendo aplicados na educação, na saúde, na segurança, etc; é obvio que não se quer sacos/sacolas de lixo em frente as nossas casas, mas seria de suma importância termos a responsabilidade social e ambiental, na separação pelo menos do lixo seco do ‘molhado’, mas essa é uma ação isolada que não surte efeito, pois a cadeia desorganizada ou inexistente desse setor, o cidadão que separa o seu lixo, entrega em pontos de coleta voluntária e sabe-se Deus para onde vai... muitas vezes por falta de responsabilidade dos órgãos gestores do tema, acabam descartando-os nos ‘aterros’ e por aí vai... Em Boa Vista, existia um Ponto de Entrega Voluntária – PEV próximo a Av. Glaycon de Paiva, hoje destivado.

    ResponderExcluir
  2. No ano 2000, gastou-se em nosso planeta, em compras de produtos ou serviços domésticos, mais de 20 trilhões de dólares, ou seja, mais de 4 vezes
    que se gastou em 1960, quarenta anos antes.
    Com isso, estamos gastando recursos naturais em uma proporção 20% superior ao que a Terra consegue renovar, levando a humanidade a um impasse. Nesse sentido, consumir conscientemente - usando menos recursos naturais e buscando potencializar os impactos positivos do ato de consumo e minimizar os negativos - pode ser um instrumento fundamental para a sustentabilidade do planeta e da humanidade.
    A direção que o mundo caminhou nas últimas décadas é comprovadamente insustentável.
    Poucos são os que ainda acreditam que as mudanças ambientais não passam de ameaças intangíveis pairando sobre as próximas gerações em algum futuro remoto.
    A possibilidade de um colapso breve na capacidade do planeta de fornecer bens e serviços naturais aos seres humanos está exigindo das empresas ações que vão além da diminuição da emissão de poluentes ou da utilização da matéria- prima de forma sustentável. Cabe, também, às organizações promoverem a conscientização sócio-ambiental da comunidade onde atuam e da sociedade em geral. Isso porque a questão ambiental diz respeito a cada um de nós, não a uma ou outra empresa que desmata florestas ou polui rios.

    ResponderExcluir
  3. Os conceitos para Recursos Naturais Renováveis é muito questionável; o "uso ponderado" não se explica quando simplismente deixamos de usar para poluir, despejar, entulhar, aterrar.
    Quantos Rios recebem os dejetos jogados pelos seres humanos.
    Quantas práticas precisam ser mudadas para ser considerada "uso ponderado", quantos Rios, Igarapés e lagos foram desrespeitados (seu percurso) e simplismente aterrado para uma obra?
    Será que estamos mesmo fazendo nossa parte? Para garantirmos a mudança é preciso nos posicionar na cupla das decisões, é necessário micros e macros planejamentos pricipalmente para a Gestão, Manejo e Destino Final de Resíduos Sólidos Urbanos.
    Para mim, não existe Recursos Naturais que não que não se esgotam.

    ResponderExcluir
  4. A exploração inadequado dos recursos naturais do planeta, coloca em risco sobrevivência de todos os seres vivos. Precisamos elaborar uma agenda internacional, pois não basta só Brasil adotar protocolos, sem a colaboração de outras nações, pois como dito, o problema é mundial e todos nós ja estamos sofrendo as consequências.

    ResponderExcluir
  5. As pessoas nao tem a consciencia de que os recursos naturais podem ser extintos um dia e com isso, continuam extraindo estes recursos de forma descontrolada, ha a nacessidade de se acordar antes que seja tarde demais, pois, se continuar desta forma, ate os recursos naturais renovaveis tendem a se esgotar, pois nao se da o devido tempo para eles se recuperarem.

    ResponderExcluir
  6. Bárbara B B S Nogueira23 de maio de 2011 07:11

    Os recursos naturais, estão presentes no nosso dia a dia, e são muito importantes, só devemos ter conciêcia de como devem ser utilizados pois a maioria não é renovavel.
    Devemos concientizar-se do uso dos recursos naturais, assim como procurar substitui-los, para que o impactor seja menor quando o mesmo não tiver disponivel.

    ResponderExcluir
  7. o consumismo dos recursos dos naturais, tem feito o homem cada vez mais busca tecnologia sustentável. Não se pode esquecer que a quantidade de água não diminuiu, mais sim seu estado de poluição e contaminação, ser tornando improprias para o consumo, isso nos leva a ter em mente que o homem não criar nada só transfomar e sempre deixar algo para o meio ambiente se adaptar ao desequilibrio causado.

    ResponderExcluir
  8. Existe o fator egoísmos em relação os recursos que temos hoje, vejo muita gente dizendo que quando esses recursos acabarem não estaremos mais aqui, e nossos filhos e netos e outros mais que virão, vão contar com o que? acho que hoje é o momento para se pensar em preservar o que temos, para as futuras gerações e deixar que os recursos continuem sendo renováveis.

    ResponderExcluir
  9. A evolução tecnológica, principalmente com a utilização de bens minerais trouxe-nos ao longo de toda história da humanidade comodidades várias, assim como diversas consequências nem sempre ambientalmente adequadas.Senão vejamos:
    O aumento do consumo de bens aliado ao aumento de produção de bens ocasionou o aumento do lixo per capita, nem sempre adequadamente disposto. haja vista o problema de acondicionamento de resíduos sólidos nos diversos municípios brasileiros.O aumento de produção de veículos automotores incentivado pela política de isenção de IPI, bem como as possibilidades de aquisição desses bens de forma parcelada a perder de vista, redundou no aumento da frota de veículos automotores circulando e emitindo CO2 na atmosfera das diversas cidades brasileiras, contribuindo de forma significativa para o aquecimento global e disseminação de diversas doenças, dentre as quais hipertensão.Um aumento da frota de transportes coletivos que atendessem a contento os diversos bairros da capital é uma alternativa ambientalmente correta, que trará benefícios ao planeta e ao cidadão bem como uma melhor adequação por engenheiros de trânsito das vias de acesso na cidade.

    ResponderExcluir
  10. É necessário que seja dada maior importância à reciclagem para que possamos fazer o uso racional principalmente dos recursos não renováveis. Por exemplo, o alumínio é obtido do mineral bauxita. Para 1.000 Kg de alumínio reciclado, temos 5.ooo kg de bauxita poupados.
    Para reciclar o alumínio são gastos apenas 5% da energia utilizada na extração, ou seja, uma economia suficiente para manter iluminadas 48 residências.
    O Brasil é o campeão mundial em reciclagem de alumínio(latas).
    Porém, isso só acontece porque é economicamente viável a reciclagem do alumínio.
    E os pneus, e as garrafas PETS, e o óleo lubrificante, e o Papel ??????????????

    ResponderExcluir
  11. Inaê da Rocha Pereira Loureiro26 de maio de 2011 10:09

    Os recursos naturais sejam renováveis ou não são de extrema importância no contexto ambiental. As políticas públicas, em regra deveriam preocupar-se em preservar esses recursos para que os mesmos não cheguem a escassez. De fato o uso deve ser ponderado e se buscar meios alternativos para utilização dos mesmos.

    ResponderExcluir
  12. Sean da Silva Pereira Loureiro26 de maio de 2011 10:11

    Hodiernamente há uma preocupação justificável com os recursos naturais sejam os renováveis para que não sejam poluídos e os não-renováveis, para que não se esgotem. O uso também concordo que o termo ponderado é relativo, no que diz respeito aos recursos naturais, acredito que desenvolver e aproveitar sustentavelmente esses recursos é a atitude mais viável.

    ResponderExcluir
  13. Marialva Araújo26 de maio de 2011 11:01

    Para refletir:

    Herdeiros do Futuro

    A vida é uma grande amiga da gente
    Nos dá tudo de graça pra viver:
    Sol e céu, luz e ar
    Rios e fontes, terra e mar...

    Somos os herdeiros do futuro
    E para esse futuro ser feliz
    Vamos ter que cuidar
    Bem desse país
    Vamos ter que cuidar
    Bem desse país...

    Será que no futuro haverá flores?
    Será que os peixes vão estar no mar?
    Será que os arco-íris terão cores?
    E os passarinhos vão poder voar?...

    Será que a Terra vai seguir nos dando
    O fruto, a folha, o caule e a raiz?
    Será que a vida acaba encontrando
    Um jeito bom da gente ser feliz?...

    Vamos ter que cuidar
    Bem desse país
    Vamos ter que cuidar
    Bem desse país...

    Composição de Toquinho e Elifas Andreatto.

    ResponderExcluir
  14. Elizete de Souza26 de maio de 2011 22:17

    A exploração mineral possue grande valor econômico para o desenvolvimento de uma sociedade, mas é causadora de grandes impactos e mesmo aplicando um plano de controle e recuperação ambiental ainda não é suficiente.!

    ResponderExcluir
  15. Elizete de souza26 de maio de 2011 22:36

    De certo é necessário o uso consciênte dos recursos naturais renováveis, pois nós dependemos da sua disponibilidade. Ações como não desmatar de maneira descontrolada, não poluir rios e solos são maneiras de conservação desses recursos.

    ResponderExcluir
  16. A exploração inadequado dos recursos naturais do planeta, coloca em risco sobrevivência de todos os seres vivos.
    Temos que preservar os recuros naturais do nosso planeta por que se eles acabarem estaremos fritos........

    ResponderExcluir