terça-feira, 10 de maio de 2011

V. IMPACTOS AMBIENTAIS


Impacto Ambiental 
Considera-se impacto ambiental qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetam a saúde, a segurança e o bem-estar da população; as atividades sociais e econômicas; a biota, as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente; a qualidade dos recursos ambientais.
Avaliação de Impacto Ambiental (AIA)

16 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Qualquer atividade executada pelo homem na natureza, possui algum tipo de impacto ambiental. No entanto, essa ação deve ser minimizada ou compensada, de forma que a atividade atenda os interesses atuais e futuras, garantido sustentabilidade ao processo e atendendo aos aceios sociais.

    ResponderExcluir
  3. o impacto ambiental sempre vai existir, cabe a nos minimizar estes impactos.

    ResponderExcluir
  4. O desafio para o enfrentamento das causas e das consequências das Mudanças Climáticas é imensamente complexo. Para a Educação Ambiental
    (EA) parece ser ainda mais, na medida em que acompreensão do fenômeno Mudanças Climáticas é
    algo distante, difícil, abstrato, deslocado no tempo e longe no espaço. A chave para a formulação e a implementação de políticas públicas de EA, em tempos de Mudanças Climáticas, deve estar centrada nas transformações humanas, propondo alternativas para o modelo e a cultura materialistas que colocam em risco a humanidade.

    ResponderExcluir
  5. Nadir de Almeida Matos20 de maio de 2011 07:54

    Tratar as formas de preservação do meio Ambiente e bem complexa,considerando os impactos ambientais que o homem com suas ações causa a natureza;pois o que vimos tendo como foco o Brasil é: Empresas de grande porte poluindo o meio ambiente, e os órgãos de fiscalização e a sociedade civil organizada não implementarem e não executarem as leis que estão em vigor.Editam leis e mais leis e nada se cumpri.

    ResponderExcluir
  6. Bárbara B B S Nogueira23 de maio de 2011 07:23

    Todas as atividades exercidas pelo homem na natureza, sobre algum tipo de impacto ambiental. Por isso é tão importante os estudos ambientais, pricipalmente quando as atividades a serem exercidas são de grande impacto.

    ResponderExcluir
  7. Considerando que o conceito de impacto ambiental é qualquer alteração das propriedades física, quimica e biologica do meio ambiente; Costatamos que impacto ambiental sempre vai existir, o necessário é minimizar esses impactos através de boas práticas, tecnologia e planejamento.
    Infelizmente nossa existência já é um impacto ambiental, porque muitos acreditam que os recursos naturais é apenas para usar, usar e usar... e o maravilhoso da natureza é voce se sentir parte dela...

    ResponderExcluir
  8. As alterações causadas pela intensa atividade humana, alterando as propriedades físicas, quimicas e biologicas, é considerado impacto ambiental, não se pode esquecer que os seres humanos fazem parte do meio ambiente tem que se analizar, como, onde, quando e porque é feito para classificar como impacto ambiental.

    ResponderExcluir
  9. Impossível deixar de existir o impacto ambiental, até porque nós existimos.
    Mas podemos sim, amenizar e diminuir os impactos, afinal, nós somos racionais, eu acho.

    ResponderExcluir
  10. Quanto aos impactos ambientais, odos nós sabemos a rela causa dele, na verdade precisamos nos policiar para não sermos agentes causadores desses impactos, existem tantas alternativas que devemos praticar e se assim o fizermos, muito ajudaremos o meio ambiente.

    ResponderExcluir
  11. Elizete de Souza26 de maio de 2011 06:21

    O impacto ambiental sempre existirá, pois é algo que acontece na medida em que se desenvolve alguma atividade empreendedora e como a população vem aumentando a cada dia tem-se a necessidade de atender a demanda, mas para que o meio ambiente não não seja agredido de maneira irreparável é necessário que se faça um planejamento e um estudo técnico para que medidas mitigadoras ou potencializadoras sejam aplicadas.

    ResponderExcluir
  12. Inaê da Rocha Pereira Loureiro26 de maio de 2011 10:16

    Os impactos ambientais devem ser evitados ao máximo, a preservação dos recursos naturais bem como do próprio ecossistema é algo imprescindível para ser analisado e estudado por qualquer empreendimento que vise atuar no meio ambiente. Assim cabe aos órgãos ambientais estudar e avaliar se tais impactos são realmente necessários ou se podem ser minimizados.

    ResponderExcluir
  13. Sean da Silva Pereira Loureiro26 de maio de 2011 10:20

    Impactos no meio ambiente são inevitáveis, qualquer ação do homem vai obrigatoriamente interferir em um ecossistema. Não obstante, tanto o progresso quanto o meio ambiente tem que chegar a um denominador comum. Assim minimizar os impactos ambientais deve sim ser preocupação do Estado e é através dos estudos dessa modificação ambiental que poderá se concretizar o desenvolvimento sustentável.

    ResponderExcluir
  14. Marialva Araújo26 de maio de 2011 10:42

    A relação do homem com a natureza não tem sido tão pacífica atualmente, pois, observa-se que os impactos ambientais com grandes choques ecológicos, cada vez mais causam danos irreparáveis.Somos realistas e sabemos que os impactos continuarão, porém é imprescindível exercermos nossos papéis de disseminadores de boas ações.

    ResponderExcluir
  15. Com o objetivo de minimizar e/ou controlar os impactos ambientais, a PNMA (Lei 6938/81) trás como seus instrumentos o AIA (Avaliação de impacto ambiental) e o Licenciamento das atividades poluidoras. A fim de regulamentar os procedimentos de AIA, o CONAMA 01/86 instituiu o EIA (estudo de impacto ambiental)no qual obrigatoriamente deve constar o plano de acompanhamento e monitoramento das atividades.
    Porém, tudo isto torna-se em vão se o órgão licenciador não realiza o monotoramento destas atividades licenciadas.
    O licenciamento na prática torna-se meramente burocrático, pelo seguinte:
    * O empreendedor contrata e paga o consultor para elaborar o EIA ou PCA;
    * o órgão ambiental analisa o estudo, faz a vistoria e emite a licença, após cobrar a taxa;
    * A licença está vinculada a uma série de medidas de controle e monitoramento;
    * O órgão licenciador só retorna ao empreendimento quando da renovação, isto daqui a 5 ou 10 anos.
    * Portanto, não é realizado o monitoramento da atividade para se verificar se o empreendedor está cumprindo com o que ele se comprometeu no EIA ou PCA;
    * O liceniamento não tem nenhum resultado se não for acompanhado do monitoramento.
    * O licenciamento como já dito, torna-se um procedimento meramente burocrático, com pagamento de taxas e carimbos diversos, ficando o meio ambiente esquecido, abandonado e sem controle algum.
    Cadê o verdadeiro controle dos impactos ambientais ????
    Igor.

    ResponderExcluir
  16. Sabe aquele produto que vc utiliza na limpeza da casa e que faz muita espuma? Você ainda acha q espuma limpa? A espuma não limpa só aumenta ainda mais o impacto que pordutos quimicos fazem no meio ambiente.

    ResponderExcluir